sexta-feira, 8 de julho de 2011

Enlouqueça.

Se você não tem namorado porque descobriu que o amor é alegre e você vive pesando duzentos quilos de grilos e de medo, ponha a roupa mais leve e passeie de mãos dadas com o ar.Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela.Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria.   Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido.
Enlouqueça."


Carlos Drummond de Andrade ( excerto)

4 comentários:

  1. Que lindo Gizelda! Não conhecia esse texto! Mas Drummond dispensa comentários... Qualquer dia levo esse excerto pra mim rsrs.
    Ótimo domingo pra você! Bjusss

    ResponderExcluir
  2. Enlouquecer, às vezes, é retomar o caminho do equilíbrio...
    Abraços, minha linda e grata pelo seu carinho!

    ResponderExcluir
  3. Gizelda,

    Terminei a minha época de exames e sou agora aluna do quinto ano :) perdoa-me a ausência, não é assim?
    O texto é um convite sorridente.

    Um beijinho,

    ResponderExcluir